ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Conheça o Baixista Cleber Fogaça

O baixista Cleber Fogaça iniciou seus estudos nos anos 90, desde então vem atuado como músico e professor no interior de São Paulo. Apreciador e pesquisador do jazz e
da música brasileira, iniciou em 2009 seu trabalho autoral com o qual lançou em 2015 o álbum Trilhando ao lado de Fernando Corrêa (guitarra), Vinícius Dorin (saxofone) e Paulo Almeida (bateria).

Sua experiência como músico conta com apresentações ao lado de grandes nomes
como Arismar do Espírito Santo, Nailor Proveta, Daniel D’Alcântara, Itiberê Zwarg,
Sizão Machado, Michel Leme, Cuca Teixeira, Bob Wyatt, Quarteto Pó de Café, entre
outros.

Participou de várias grupos e se apresentou nos principais festivais de música
instrumental do estado de São Paulo com destaque para: 1a Mostra Brasil Instrumental (Tatuí/2004) com a inclusão da música “Folia Brasileira” de sua
autoria no CD do festival; 1o e 2o Chorando Sem Parar (São Carlos 2004/2005); 1a
Mostra Internacional de Música Instrumental (SESC Araraquara 2005) show e
oficina “Rítmicas, Harmonias e Melodias da Música Brasileira”; 2o Festival
Instrumental de Guarulhos (2008); 7a Mostra Internacional de Música Instrumental
(SESC Araraquara 2011) com seu trabalho autoral; Festival de Inverno de Jaú
(2015); 53o Festival Zequinha de Abreu (S. R. do Passa Quatro/2015); 2o Mobiliza
São Manuel (2015) show e workshop; 1o FAMI (Araraquara/2016) show e oficina
“Práticas em Música Brasileira”; entre outros.

É formado em MPB/JAZZ pelo Conservatório de Tatuí, sócio fundador da Escola
Livre de Música Araraquara (ELM), Educador Musical do Projeto Guri e organizador
do Festival Araraquarense de Música Instrumental (FAMI).



Gravou diversos álbuns com destaque para o CD “#1” (2006) da banda de rock
Adrenalados, o CD “The Justice Man” (2007) e “41” (2012) do cantor e guitarrista de
blues James “Jimmy Red” Marshall, o CD “Keep Rock in…” (2008) do guitarrista
Cleber Shimu, o CD “Ruído Fino” da banda de pop/funk Ruído Fino (2012), entre
outros.

Como nem todos encontram uma oportunidade para divulgar seus trabalhos, o Click Museus decidiu abrir um espaço para os artistas do Brasil, aqui no site e nas nossas redes sociais. Ficou interessado? Divulga a sua: https://clickmuseus.com.br/voce-produz-arte-entao-mande-a-sua-para-nos-vamos-divulga-la-gratuitamente/

Juliana Rangel

Read Previous

Vândalos atacam três museus em Berlim e danificam 63 peças, incluindo sarcófagos egípcios

Read Next

MUSEU DO CAFÉ PROMOVERÁ PALESTRA SOBRE MUSEOLOGIA

Deixe uma resposta