ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Romance entre Marquesa de Santos e Dom Pedro I vira exposição

Domitila de Castro Canto e Melo, Marquesa de Santos. Foto: Wikipédia

Domitila de Castro Canto e Melo nasceu em São Paulo em 27 de dezembro de 1797. É filha de João de Castro Canto e Melo, de João de Castro Canto e Melo, coronel aposentado e fiscal do Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo, e de Escolástica Bonifácia de Oliveira Toledo Ribas, descendente de tradicional família paulista.

Ficou conhecida por ser amante de Dom Pedro I, ela exerceu grande influência no governo do primerio reinado e recebeu o título de Marquesa de Santos.

Ela exerceu grande influência no governo do primeiro reinado.

Snopse da Exposição

A biografia de Domitila de Castro do Canto e Melo, a marquesa de Santos (1797-1867), mistura-se com a vida política e social brasileira da Colônia ao Segundo Reinado e insere-se na cidade de São Paulo, onde traços de sua passagem em seu tempo ainda podem ser encontrados em nosso espaço.

O marco zero dessa personagem, que se confunde com o marco zero da cidade, é o próprio Solar da Marquesa de Santos, que serve de bússola e orienta o visitante para outros pontos de sua trajetória na cidade e em nossa história.

Mais do que os símbolos físicos, como o Solar, a Rua da Figueira, o Cemitério da Consolação, a Faculdade de Direito de São Paulo, sua presença é lembrada por obras de benemerência, como a doação de uma casa para servir de enfermaria no combate à epidemia de cólera que assolava a cidade e o Brasil.

A curadoria buscou, com a ajuda de documentos textuais e iconográficos, revelar as várias facetas dessa paulistana do século 19, bem como sua inserção no espaço da cidade de sua época, e mostrar como alguns desses cenários se apresentam na São Paulo contemporânea, quase 200 anos depois.

Solar da Marquesa de Santos
Rua Roberto Simonsen, 136 – Sé – São Paulo – SP (próximo à estação Sé do metrô)

27 de fevereiro de 2021 a 18 de setembro de 2023
Terça a domingo, em horário reduzido das 11h às 15h
Entrada franca

Texto do Curador: Paulo Rezzutti

Foto de Capa: Aventuras na História

Equipe Click Museus

Read Previous

Fábrica de Cultura: vaga de Recepcionista

Read Next

07 Sites para você baixar livros gratuitamente

Deixe uma resposta