ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Museu da Imigração disponibiliza 5 exposições virtuais

O Museu da Imigração do Estado de São Paulo disponibiliza em seu site 5 exposições virtuais pela plataforma do Google Arts and Culture, com o objetivo de preservar a história das pessoas que chegaram ao Brasil por meio da Hospedaria de Imigrantes do Brás e refletir o processo migratório do país.

Exposição “Os Registros do Migrar”

“A exposição virtual aborda a variedade de arquivos existentes na documentação da antiga Hospedaria de Imigrantes do Brás, além de como é possível conhecer histórias e vivências a partir de como foram produzidos e preservados! Com essa mostra, o público tem a oportunidade de se aprofundar em aspectos variados, como livros de matrículas, tipos de registros de matrícula, curiosidades por trás dos nomes de alguns migrantes, listas de bordo, requerimentos e informações sobre o percurso das famílias e cartas de chamada. A curadoria disponibiliza, ainda, algumas fotografias relacionadas a esses momentos no dia a dia da Hospedaria.”

Exposição “Festa do Imigrante: 25 anos de culturas e vivências compartilhadas”

“Desde 1996, São Paulo conta com uma celebração em homenagem às tradições de diferentes países com o engajamento de comunidades de migrantes, descendentes e, mais recentemente, refugiados. A Festa do Imigrante completa 25 anos de existência em 2020 e, em comemoração, o Museu da Imigração lança agora uma exposição virtual apresentando a trajetória desse evento consolidado no calendário cultural da maior metrópole da América Latina! Com fotografias, vídeos e peças gráficas de diversas edições e depoimentos de comunidades que fazem parte dessa história, a curadoria proporciona uma viagem no tempo para descobrir a evolução na programação, as transformações nas estruturas das atrações, a presença de novas nacionalidades, entre outros.”

Exposição “Migrações à mesa”

“Migrações à mesa foi uma exposição montada no Museu da Imigração em 2016. Com o intuito de discutir as relações entre alimentação e migração, foi realizada uma ação participativa pelas redes sociais para que migrantes e seus descendentes compartilhassem conosco seus cadernos de receita, objetos de cozinha e lembranças. Por meio da história de dez famílias, compreendemos a potência dos sabores na condução por memórias e afetos e no encurtamento de distâncias. Esta nova montagem conta exclusivamente com utensílios e entrevistas do acervo do Museu da Imigração, mas toda a abordagem é devida à generosidade dessas famílias, a quem agradecemos e dedicamos este projeto.

Exposição “O caminho das coisas”

“A exposição ‘O Caminho das Coisas’ nasce do encontro entre pessoas e objetos em cenário privilegiado: um museu. Fruto do projeto “Encontros com o Acervo” – que promove desde 2011 o diálogo entre a equipe do Museu da Imigração com antigos doadores, representantes de comunidades e membros de instituições parceiras – a exposição traz ao público a experiência de redescobrir as histórias de algumas peças de nossa coleção, entendendo o que as trouxe até aqui. Como muitas instituições do mundo, o Museu da Imigração tem uma coleção grande e variada. Sabe-se muito sobre algumas peças; sobre outras, pouco ou quase nada. No entanto, mais que acumular informações e significados de suas coleções, os museus só se realizam plenamente ao colocá-las no centro do encontro, da conversa e da troca com os mais diferentes públicos. Apresentamos aqui os resultados práticos desse pressuposto, a partir de três “Encontros com o Acervo”: o primeiro, com membros da comunidade lituana de São Paulo; o segundo, com representantes do Museu Histórico da Imigração Japonesa do Brasil e o terceiro, com um antigo doador do museu. Tais experiências, mais do que simples conversas, estruturam a relação que o Museu tem com seu acervo e com aqueles, que de muitas maneiras, se relacionam com ele. Assim, convidamos você a olhar atentamente os objetos aqui expostos e descobrir conosco: quais foram os caminhos dessas coisas? Qual o valor destes objetos? Por que eles estão aqui?”

Exposição “Viagem, sonho e destino”

“A exposição virtual ‘Viagem, sonho e destino’ disponibiliza no Google Arts & Culture histórias sobre aqueles que contribuíram para formação de São Paulo. É possível acompanhar desde o trajeto dos imigrantes que vieram pelo porto de Santos, a chegada ao prédio, os primeiros serviços de acolhida e os usos do edifício. Por meio dos caminhos percorridos e registrados por coleções fotográficas e de história oral, a exposição tem como objetivo mostrar um pouco das experiências de vida ocorridas na Hospedaria de Imigrantes do Brás e no trajeto até o Brasil. Nessa mostra, percebemos também, como o prédio da Hospedaria foi um marco importante, o meio do caminho entre a vida que ficava para trás e a que estava por vir.”

Para visitar as exposições do Museu da Imigração, acesse o link: https://museudaimigracao.org.br/exposicoes

O Click Museus é um projeto que visa aproximar o público dos museus, democratizando o acesso às instituições culturais. Para conhecer mais sobre o projeto, acesse o link: https://clickmuseus.com.br/coletivo-akangatu-projeto-click-museus/

Lara mazeto

Read Previous

Santa Marcelina Cultura: vaga para Assistente de Coordenação Pedagógica

Read Next

Museu da Obra Salesiana no Brasil abre exposição virtual

One Comment

Deixe uma resposta