ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Conheça e APOIE o Museu da Aviação de Florianópolis

O Museu da Aviação de Florianópolis (MAF) se inicia a partir de uma coleção particular de cerca de 5.000 itens relacionados a temática da aviação, com tipologia e natureza diversas como papel, madeira, resina, metal e tecido.

O MAF encontra-se em fase de implantação e estruturação de seu espaço físico, enquanto não dispomos de um espaço adequado para a recepção dos públicos desenvolvemos ações de comunicação e exposição do acervo de modo virtual, através do site, Instagram, Facebook, Tik Tok eYouTube.


Como uma necessidade do tempo presente, em diálogo aos padrões e meios de comunicação disponíveis, o Museu da Aviação de Florianópolis enquanto instituição em fase de estruturação se adapta e interage com as tecnologias da comunicação e informação, objetivando a proximidade e acesso de seus públicos ao acervo, ampliando e solidificando desse modo a comunicação do Museu com a sociedade.


A missão institucional do MAF é; mapear, pesquisar, salvaguardar, comunicar e expor os itens representativos da memória e história relacionadas ao universo da aviação, bem como a memória dos trabalhadores da cadeia, objetivando o registro das trajetórias e memórias das pessoas que fizeram parte do desenvolvimento e consolidação do campo da aviação no Brasil através de entrevistas pautadas em metodologias de História oral.


A história da aviação civil está diretamente relacionada a história de Florianópolis, muitas pessoas não sabem, mas o escritor Saint-Exupéry, autor de um dos livros mais lidos no mundo; O pequeno príncipe – também foi aviador, um dos mais arrojados e aventureiros de sua geração, figura emblemática que muito contribuiu para o desenvolvimento da aviação comercial, voando a serviço da companhia de correio aéreo francesa Latécoère-Aéropostale entre os anos 1918-1933 abrindo rotas nunca antes
exploradas, mapeando e identificando caminhos que viriam a ser fundamentais para a aviação comercial internacional.

Entre tantos voos, o aviador precisava pernoitar nos destinos e cidades em que visitava, e um desses locais foi a cidade de Florianópolis; mais precisamente, o seu destino era o bairro do Campeche localizado no sul da ilha.

Entre os anos 1920 e 1930 o bairro Campeche era uma pacata vila de pescadores, os moradores da vila tornaram-se figuras fundamentais para o sucesso das incursões desses primeiros aviadores, pois os auxiliavam fornecendo suprimentos e suporte para que pudessem seguir viagem.

Acreditamos no poder transformador da história, memória e patrimônio cultural na formação dos indivíduos, sendo essas, referências fundamentais para a construção de consciência social e de si mesmo. Com responsabilidade e comprometimento assumimos o compromisso de salvaguardar e comunicar parte deste legado histórico relacionado ao
universo da aviação.

Texto: Museu da Aviação de Florianópolis

Juliana Rangel

Read Previous

Leonardo da Vinci – 500 anos de um gênio

Read Next

Curso e Desenho online e gratuito: Criação de personagens no estilo cartum

Deixe uma resposta