Conheça a Pajé Raimunda Putani Yawnawá

As pernas dos aldeões, cha, zumbindo e brincando. Mesmo assim, as jovens não desistiram. Kátia Hushahu e Raimunda Putani, de apenas 25 anos, desafiaram o machismo patriarcal dos índios Yawanawás.Tiveram que ficar um ano isoladas, comendo alimentos crus e sem beber água, somente um líquido à base de milho.

Desta maneira, puderam fazer o juramento à planta Rarê Muká, considerada sagrada nesta cultura porque abre a mente para o conhecimento e para a cura. Agora, entre todos os índios em hectares, e talvez no Brasil, elas são as únicas duas xamãs e líderes espirituais.

Texto e foto: asbelaseaciencia

882 compartilhamentosCurtirComentarCompartilhar

Equipe Click Museus

Read Previous

Enedina Alves Marques a primeira engenheira negra do Brasil

Read Next

Espelhos da Quebrada: O que a cidade reflete?

Deixe uma resposta