ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Conheça a irmandade e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos

A terceira Igreja mais antiga do Brasil é a de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos. Sua origem remete ao período colonial, quando havia restrições aos negros para frequentarem igrejas. Sendo assim, em 1711, negros escravizados e alforriados e abolicionistas construíram esta igreja.

A construção original da Igreja era muito simples e se localizava no antigo Largo do Rosário, atual Praça Antonio Prado, no centro da cidade de São Paulo. No entanto, com a urbanização organizada pelo prefeito Antonio Prado, foi demolida e transferida para o Largo do Paissandu em 1908.

Apesar disso, a Irmandade se consolidou como um centro de preservação da memória e da riqueza cultural negra. A partir dela surgiram, por exemplo, o concurso Bonequinha do Café, o Clube Aristocrata e o movimento político Frente Negra. Além disso, foi palco de um dos grandes marcos das conquistas femininas uma vez que colocara mulheres como rainhas e juízas em mesas administrativas.

“Quem tem raiz sempre brota. Estamos provando que quando a água tem força ela passa por cima, mas quando não tem ela encontra formas e caminhos e chega lá”. (Silvio Humberto, vereador de Salvador em evento da Câmara homenageando a Irmandade em 2019)

A Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos recebe muitos pesquisadores, religiosos e pessoas curiosas para conhecer não só a arquitetura, como também as narrativas que a Igreja guarda e conta. Aliás, a instituição continua sendo palco de manifestações e expressões da comunidade negra

Conheça a Irmandade do Rosário dos Homens Pretos

O Brasil é um país religioso e miscigenado, disso praticamente ninguém tem dúvida. Mas as diversas ordens, confrarias, irmandades e cultos podem ser um pouco difíceis de se acompanhar por conta do número e variedade. Mas você já ouviu falar da Irmandade do Rosário dos Homens Pretos?

Hoje, nós do Click Museus, estamos aqui para falar um pouco mais sobre este movimento que se mantém presente até hoje. Sendo um refúgio, principalmente nos momentos mais pesados da escravidão no Brasil.

Vamos conferir?

Conheça a Irmandade do Rosário dos Homens Pretos

Este é um movimento que se iniciou por volta de 1550 no estado de Pernambuco. Na época, muitos dos escravos acabaram encontrando na religião local um refúgio para a situação bastante opressora, sendo a Nossa Senhora do Rosário uma das santas mais reverenciadas.

Entretanto, um problema ainda permanecia, pois os negros não podiam frequentar as mesmas igrejas que seus senhores. Impossibilitando a participação de toda a liturgia e rituais que são cruciais na fé católica.

Neste momento, a ordem foi criada exatamente para criar uma possibilidade que fosse confortável e acessível para resolver este problema estrutural.

E em pouco tempo, a devoção à Nossa Senhora do Rosário e o sistema criado acabou sendo expandido para outras áreas do país. Chegando a pontos importantes, como por exemplo São Paulo em 1711 e o outro extremo do país, Rio Grande do Sul, em 1754.

A ordem chegou a se desvincular da Igreja Católica por vários motivos de perseguição. Entretanto, o trabalho da pastoral Afro Brasileira tenta integrar novamente ela com abordagens especiais.

Pode ser vista uma estrutura interna bastante robusta em termos de hierarquia, assim como uma festividade típica, a Oraga.

Então por hoje é isso, esperamos que você tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre a Irmandade do Rosário dos Homens Pretos. Mas se ainda ficou alguma dúvida é só chamar nos comentários.

Até a próxima!

Foto de Capa: Prefeitura de São Paulo

Fotos da igreja: São Paulo Secreto

Nicole Castilho

Read Previous

O que é o Dia da Consciência Negra?

Read Next

MASP – VAGA OFICIAL DE MANUTENÇÃO JÚNIOR

Deixe uma resposta