Caso SP entre na fase verde, os museus da cidade já estão autorizados a reabrir

Museu da Imigração, em SP

Embora algumas atividades dos setores culturais já tenham sido autorizados a reabrir pelo Governo do Estado, o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, assinou os protocolos de reabertura apenas nesta quinta-feira (24). As atividades autorizadas estão relacionadas a eventos, teatro, museus, exposições, circos e bibliotecas.

Porém, segundo Covas, a autorização só ira ser efetivada quando o município entrar na fase verde (esta na fase amarela) do Plano SP de flexibilização econômica, que exige uma taxa de ocupação de UTI’s menor que 75% e de disponibilidade de leitos maior que 5%.

Caso o município atinja as metas exigidas, as festas ainda serão proibidas, mas eventos com até 600 pessoas (convenções, seminários, workshops, palestras e feiras), estarão autorizadas a acontecer. Caso o evento ultrapasse a quantidade estipulada, será necessário uma autorização especial da gestão municipal; mas haverá um limite de até 2 mil pessoas.

“Muito mais do que ter a prefeitura falando o que deve e o que não deve ser feito num momento de retomada, parte do segredo tem sido ouvir cada setor que a gente tem autorizado a reabertura pra dizer de que forma as regras de isolamento, de proteção as pessoas, aos clientes, aos funcionários devem ser observadas”, disse o prefeito ao G1.

Luciana Sodré

Read Previous

MAM- Museu de Arte Moderna Rio de Janeiro, contrata Educador(a) Assessor(a)

Read Next

ONG Osasco (SP) contrata- Educador Social

One Comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: