ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

O filme “A Escavação” – Vale a pena? [Confira Aqui]

Talvez você já tenha se deparado com a propaganda do filme “A Escavação” na Netflix e em outros locais. Mas será que este é realmente um filme que vale a pena assistir?

Então, para tirar as suas dúvidas e fazer uma análise bastante fiel do tema, estamos aqui com mais uma análise de conteúdo. Nós do Click Museus vamos entregar um detalhamento da película sem spoilers, ok?

Vamos conferir?

O filme “A Escavação” – Vale a pena?

Primeiramente vamos contar sobre o roteiro básico no qual este filme é baseado. A Escavação trata da história de Edith Pretty, que em 1939 já se encontrava viúva e inicia um trabalho de escavação arqueológica dentro de sua propriedade.

Sendo assim, o trabalho é feito pelo arqueólogo Basil Brown, que após conseguir retirar um verdadeiro tesouro nacional inestimável para o Reino Unido, acabou sendo ignorado de maneira sistemática pela história.

A ideia do filme, e do livro em que ele foi baseado, é trazer justiça para o reconhecimento do trabalho de Brown. Pois após alguns anos da retirada de todos os artefatos em um bom empreendimento com os recursos da época, o British Museum recebeu todas as peças, mas não fez nenhuma menção ao próprio Basil Brown.

A história é claramente recheada de outros elementos que impedem que ela seja um simples documentário, transformando tudo em uma comovente história.

Mas por um outro ponto de vista os profissionais da área encontram sempre dilemas éticos possíveis e falta de reconhecimento de alguns nomes menos famosos. Problemas que podem afetar até mesmo a própria ideia de conservação de patrimônio.

Casos como este não são raros, e é possível até mesmo lembrar de um campo de estudo “parente” que é o da Paleontologia e de personagens como Peter Larson e Sue Hendrickson, que após terem encontrado o esqueleto fóssil mais completo de um grande dinossauro foram alvos de perseguições e até mesmo prisão.

Em geral, o filme “A Escavação” vale a pena por vários critérios diferenciados.

Até a próxima!

Click Museus

Read Previous

A performance 4’33” de John Cage

Read Next

Melhores fotografias de Antanas Sutkus

Deixe uma resposta