8 Filmes com grandes mulheres da Arte

A partir de luta e pressão social o cinema decidiu se decicar a narrar a história e luta de mulheres fortes, que viveram em outros tempos. Rainhas, ativistas, lutadoras, cantoras, pintoras, entre outras profissionais, que desafiaram seu tempo para abrir caminho para a luta de igualdade de gênero. Por isso selecionamos filmes de diversos periodos que reforçam a determinação dessas mulheres.

COCO ANTES DE CHANEL

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Sinopse: Quando criança Gabrielle (Audrey Tautou) é deixada, junto com a irmã Adrienne (Marie Gillain), em um orfanato. Ao crescer ela divide seu tempo como cantora de cabaré e costureira, fazendo bainha nos fundos da alfaiataria de uma pequena cidade. Até que ela recebe o apoio de Étienne Balsan (Benoît Poelvoorde), que passa a ser seu protetor. Recusando-se a ser a esposa de alguém, até mesmo de seu amado Arthur Capel (Alessandro Nivola), ela revoluciona a moda ao passar a se vestir costumeiramente com as roupas de homem, abolindo os espartilhos e adereços exagerados típicos da época.

PIAF – UM HINO AO AMOR

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Sinopse: Nascida na pobreza e criada em um bordel, Édith Piaf (Marion Cotillard) consegue alcançar a fama mundial. Embora sua voz e carisma extraordinários abram muitas portas que levam a amizades e romances, ela passa por grandes perdas pessoais, vício em drogas e uma morte prematura.

A PAIXÃO DE CAMILLE CLAUDEL

Crédito da Imagem: Guia da Semana

Sinopse: Quando o renomado escultor francês Auguste Rodin (Gérard Depardieu) percebe o puro talento escultórico da bela e precoce Camille Claudel (Isabelle Adjani), os dois artistas começam um escandaloso caso de amor. Camille se torna a musa e assistente de Auguste, sacrificando seu próprio trabalho para contribuir com suas esculturas. No entanto, quando seu trabalho não é reconhecido e ela deseja atenção própria, Camille é deixada em paz e gradualmente sofre uma espiral de doença mental.

FRIDA NATUREZA VIVA

Sinopse: Quando jovem, Frida Kahlo (Ofelia Medina) é gravemente ferida em um acidente de ônibus, causando-lhe dores persistentes que perduram por quase toda a vida. Ainda assim, Kahlo canaliza essa angústia para sua pintura, tornando-se uma artista famosa, tanto no México quanto no exterior. Ela se casa com o pintor Diego Rivera (Juan José Gurrola), mas seu relacionamento difícil também lhe causa tristeza. Além de sua arte, Kahlo tem paixão por causas políticas, chegando a fazer amizade com Leon Trotsky (Max Kerlow).

CARRINGTON

Crédito da Imagem: Adoro cinema

Sinopse: Neste filme baseado em fatos, a pintora Dora Carrington (Emma Thompson) desenvolve um vínculo íntimo, mas extremamente complexo, com o escritor Lytton Strachey (Jonathan Pryce). Embora Lytton seja um homossexual, ele está encantado com a misteriosa Dora e eles começam uma amizade para toda a vida que tem tons estranhamente românticos. Eventualmente, Lytton e Dora decidem viver juntos, apesar do fato de que esta se apaixonou pelo militar Ralph Partridge (Steven Waddington), com quem ela planeja se casar.

OLHOS GRANDES

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Sinopse: No final dos anos 1950 e início dos anos 60, o artista Walter Keane (Christoph Waltz) alcançou fama e sucesso inacreditáveis ​​com retratos de crianças abandonadas com olhos de pires. No entanto, ninguém percebe que sua esposa, Margaret (Amy Adams), é a verdadeira pintora por trás do pincel. Embora Margaret fique horrorizada ao saber que Walter está passando seu trabalho como seu, ela é muito dócil para protestar em voz alta. Só depois que o casamento dos Keanes chega ao fim e segue-se um processo é que a verdade finalmente vem à tona.

ARTEMISIA

Crédito da Imagem: Filmow

Sinopse: A história de Artemisia Gentileschi (1593-1653), uma das primeiras pintoras conhecidas, inclusive na juventude, quando foi guiada e protegida por seu pai, o pintor Orazio Gentileschi.

SÉRAPHINE

A pintora primitivista que logo se tornará lendária e artista estranha Séraphine “de Senlis” Louis (Yolande Moreau) labuta como empregada doméstica nas casas da burguesia em Senlis, França. Durante décadas, Louis guardou uma paixão secreta pela pintura à noite após o trabalho – descoberta acidentalmente pelo renomado colecionador de arte alemão Wilhelm Uhde (Ulrich Tukur). Tomada pelo enorme talento da mulher, Uhde torna-se determinada a trazer a arte de Louis para o mundo – e a mudar sua vida.

Foto de Capa: The Collector

Read Previous

Instituto dos Pretos Novos abre inscrições para oficina: África e o Cristianismo

Read Next

Arte e comida: O livro de receitas de Claude Monet

5 Comments

  • Sobre o filme Camille Claudel, a atriz na foto colocada no artigo eh JULIETTE BINOCHE

    • Boa tarde katia! Agradecemos a gentileza e vamos acrescentar a informação. Abraços

  • […] a primeira mulher a receber o prêmio de Viagem ao Exterior da Escola Nacional de Belas Artes, em […]

  • Este é um artigo que deixa uma marca duradoura. Parabéns por compartilhar sua perspicácia!

  • A forma como você organizou suas ideias tornou este artigo ainda mais valioso. Parabéns! …

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *