ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

SESC convida para exposição com obras de artistas indígenas

Mostra reúne obras de artistas de diferentes etnias do Peru, Panamá, Canadá e do Brasil. No Sesc, as atividades presenciais seguem rígidos protocolos de órgãos de saúde pública. Com acesso gratuito, as mostras têm visitação com horário reduzido e ocupação limitada. A visitação será permitida apenas mediante agendamento prévio disponibilizado pelo portal do Sesc São Paulo.

Obra coletiva do povo Huni Kuin 
Haida

Encontros Ameríndios, exposição em cartaz no Sesc Vila Mariana, traz um recorte da produção artística de povos indígenas das Américas. Compõem a mostra obras de artistas dos povos Guna (Comarca Kuna Yala, Panamá), Haida (Arquipélago de Haida Gwaii, Colúmbia Britânica, Canadá), Huni Kuin (Terra Indígena do Alto Rio Jordão, Acre, Brasil), Shipibo-Konibo (Comunidade de Cantagallo, Lima, Peru, e Alto Ucayali, Amazônia Peruana) e Tahltan (Telegraph Creek e Vancouver, Colúmbia Britânica, Canadá). 

Com coordenação da Profa. Dra. Sylvia Cauiby Novaes (CEstA – Centro de Estudos Ameríndios da Universidade de São Paulo) e curadoria do Dr. Aristoteles Barcelos Neto (University of East Anglia, Reino Unido), a proposta é reunir trabalhos que dialogam entre si e permitem reflexões sobre ancestralidade e temas contemporâneos, centrando também nas culturas desses povos.  

Na exposição, a narrativa proposta pelos curadores torna os mundos ameríndios reconhecíveis e comunicáveis não apenas entre si, mas para todo público. Os conteúdos abordados serão fortalecidos na programação integrada para ampliar o conhecimento sobre os povos – do local onde habitam, passando por filosofias de vida até questões contemporâneas. 

A mostra apresenta uma seleção de obras, incluindo pinturas, desenhos, arte digital, bordados e entalhe em madeira, enfocando a criatividade individual dos artistas, as mudanças em suas obras ao longo do tempo, o universo temático abordado por elas, as preferências plásticas e estéticas e as questões filosóficas e cosmológicas que as artes desses povos ameríndios apresentam. As diferentes Américas se articulam por meio da escolha dos artistas, sendo o corpo criativo composto por cerca de 30 pessoas, e de 45 trabalhos. 

Serviço: 

Encontros Ameríndios 

Sesc Vila Mariana – Rua Pelotas, 141, São Paulo – SP 

Período expositivo: De 31 de julho de 2021 a 13 de fevereiro de 2022 

Horário de funcionamento: Terça a domingo, incluindo feriados 

Local: Térreo – Torre A 

Consulte os horários de agendamento disponíveis em sescsp.org.br/exposicoes 

Livre 

Grátis 

Texto: SESC

Foto de Capa: Duna

Juliana Rangel

Read Previous

Conheça o trabalho da Artista Ana Bia Novais

Read Next

Museu da Imigração convida: VOZES Português como língua de acolhimento

One Comment

  • Incentivar mais e mais as exposições e reconhecer a importância das mesmas na formação e educação das nossas crianças e jovens!
    As crianças crescem!
    Elas são o BRASIL que caminha!!
    Somos responsáveis pelo MOVIMENTO da VIDA !
    PARABÉNS!

Deixe uma resposta