ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

HQ conta a história da prostituição no Parque da Luz.

O Parque da Luz , o mais antigo da capital, que fica ao lado da Pinacoteca do Estado de São Paulo, se tornou cenário de uma HQ que retrata mulheres em situação de prostituição.

Apoiada pela “Ong Mulheres da Luz”, que fica ambientada dentro da administração do parque, a quadrinista e jornalista Cecília Marins, visitou o local durante um ano.

Aos poucos foi ganhando a confiança das mulheres e, com o passar do tempo, as histórias foram surgindo; por fim, as mulheres passaram a escolher como gostariam de ser representadas (os nomes foram modificados para preservar o anonimato). 

O resultado fora uma obra que relata o dia a dia de cinco mulheres em situação de prostituição no parque mais antigo da capital.

“Não queríamos reproduzir uma abordagem agressiva ou objetivá-las, mas entender como se relacionam com a prostituição. Expor essas moças é uma estratégia antiga que não leva em conta a vulnerabilidade dessas mulheres.

Muitas vezes nem a própria família sabe o que elas fazem… não é meu papel expor. Quero que a gente se acostume a ver narrativas sensíveis e conscientes sobre essas mulheres” – afirma Cecília, idealizadora do projeto.

Você pode comprar  a reportagem em quadrinhos independente “Parque das Luzes” (60 páginas; R$ 35,00) na lojinha Cecilia  Tangerinha.

Lojinha para compra de quadrinhos: https://www.ugrapress.com.br/produtos/parque-das-luzes/

Juliana Rangel

Read Previous

Conheça a História da primeira Favela Brasileira

Read Next

Conheça a Cidade Submersa no Mar Mediterrâneo

Deixe uma resposta