Museu Casa Mário de Andrade celebra aniversário do escritor com programação especial

As atividades são todas gratuitas e mostram a multiplicidade do poeta, que também era músico, pesquisador, crítico de arte e gestor cultural

A Casa Mário de Andrade, instituição que integra a Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, preparou uma programação especial para outubro, mês de nascimento de Mário de Andrade (1893-1945). As atividades trazem temáticas diretamente ligadas aos eixos trabalhados na instituição, as quais expressam a multiplicidade do escritor, que também era pesquisador, músico, crítico de arte e gestor cultural. 

No dia 20 de outubro, às 16h30, acontecerá o Conversas Abertas: Mário de Andrade e o Cinquentenário, com Arthur Major. O educador da Casa Mário de Andrade abordará o evento realizado pelo escritor em 1938, em torno do Cinquentenário da Abolição da Escravatura, que contou com mesas de debate formadas por diversos intelectuais, negros e brancos. Arthur trará as discussões sobre raça, na época, e o impacto do evento. Para acompanhar não é necessário inscrição e basta acessar a página do museu no Instagram, onde o material será disponibilizado.

Dando continuidade às comemorações, o museu também realizará um ciclo de palestras, que terá início no dia 25 de outubro, das 19h às 21h, sob o tema Mário de Andrade Colecionador de Manuscritos: escritores de seu tempo. A palestra será conduzida por Telê Ancona Lopez, professora emérita do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB-USP) e mostrará aspectos fundamentais da coleção de Mário de Andrade, por meio da análise da série de manuscritos de escritores de seu tempo preservada em seu acervo, atualmente salvaguardada no IEB-USP. Inscrições aqui

A segunda palestra, com o título Mário contra Macunaíma, será realizada no dia 27 de outubro, das 19h às 21h, por Carlos Sandroni, professor-associado de Etnomusicologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Carlos apresentará algumas ideias sobre a trajetória de Mário de Andrade, estabelecendo conexões entre aspectos de sua obra mais famosa, Macunaíma, e sua atividade pública, principalmente com o período em que exerceu o cargo de Diretor do Departamento de Cultura da cidade de São Paulo (1935-1938). Para participar é necessário se inscrever no link. 

E para finalizar o ciclo, Flávia Toni, livre-docente e professora titular da USP, apresenta um panorama do repertório da música brasileira colecionado por Mário de Andrade com destaques para os comentários realizados pelo escritor nas contracapas dos discos. A palestra A Música Popular na Vitrola de Mário de Andrade acontecerá no dia 29 de outubro, das 16h30 às 18h. Os interessados já podem se inscrever aqui. 

Ampliação 

Com gestão da Poiesis, a Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, composta pela Casa Mário de Andrade, Casa das Rosas e Casa Guilherme de Almeida, pertence à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

O museu — instalado na residência onde Mário viveu com sua mãe, Maria Luiza, de 1921 até a sua morte, localizada na Rua Lopes Chaves, no bairro Barra Funda — iniciou em setembro as obras de ampliação e adequação do imóvel, que incluem a incorporação das outras duas casas da família Andrade, vizinhas ao museu, o que dobrará seu espaço atual. O projeto prevê implementação de recursos de acessibilidade, novos espaços expositivos e dedicados a atividades culturais e educativas, um espaço destinado à pesquisa e ambientes de convivência que incluem café e loja, além de auditório com capacidade para 78 pessoas.  

A residência de Mário de Andrade e sua família já simbolizava etapas importantes da vida e da obra do escritor, tanto que está presente em seus poemas, contos e crônicas, como alguns apresentados na exposição virtual Morada do Coração Perdido (seção Minha Casa: clique aqui). Para o poeta, ela era um abrigo, um ambiente particular e exercia uma função social, pois era ali que ele recebia a visita de amigos para discussões, eventos e festividades, inclusive os que protagonizaram o movimento modernista. 

Acompanhe a programação completa no site da Casa Mário de Andrade

SERVIÇO

Atividade aberta nas redes do museu:
CONVERSAS ABERTAS: Mário de Andrade e o cinquentenário
Com Arthur Major
Quinta-feira, 20 de outubro, às 16h30
O vídeo será disponibilizado na página da Casa Mário de Andrade do Instagram

CICLO DE PALESTRAS –  ANIVERSÁRIO DO MÁRIO DE ANDRADE 

MÁRIO DE ANDRADE COLECIONADOR DE MANUSCRITOS: ESCRITORES DE SEU TEMPO 

Com Telê Ancona Lopez

Terça-feira, 25 de outubro, das 19 às 21h

A atividade será realizada por meio da plataforma Zoom.

Inscrições aqui – prazo: 25/10.

Capacidade: 300 vagas. 

PALESTRA

MÁRIO CONTRA MACUNAÍMA 

Com Carlos Sandroni

Quinta-feira, 27 de outubro, das 19 às 21h

A atividade será realizada por meio da plataforma Zoom. 

Inscrições aqui – prazo:  27/10.

Capacidade: 300 vagas 

A MÚSICA POPULAR NA VITROLA DE MÁRIO DE ANDRADE 

Com Flávia Toni 

Sábado, 29 de outubro, das 16h30 às 18h

A atividade será realizada por meio da plataforma Zoom. 

Inscrições aqui – prazo: 29/10

Capacidade: 300 vagas

Durante a ampliação da Casa Mário de Andrade, as atividades presenciais passam a ser oferecidas no Anexo do museu Casa Guilherme de Almeida. 

Endereço: Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Pacaembu, São Paulo/SP. Tel.: 11 3673-1883 | 3803-8525
A agenda das atividades virtuais também está disponível nos sites do museu ou +Cultura

SOBRE A CASA MÁRIO DE ANDRADE

A Casa Mário de Andrade funciona no endereço da antiga casa do escritor Mário de Andrade, um dos principais mentores do modernismo brasileiro e da Semana de Arte Moderna de 1922. O museu abriga uma exposição permanente, que é aberta à visitação, com objetos pessoais do modernista, além de documentos de imagem e áudio relacionados à sua trajetória. O museu também realiza uma intensa programação de atividades culturais e educativas. A Casa integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Read Previous

Educador I – Pinacoteca

Read Next

 Gerente de Advocacy – MSF

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *