ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

MAC Dragão oferta curso gratuito de Curadoria online e gratuito

Com direito a certificação, a formação discutirá a decolonização de projetos curatoriais no circuito das artes contemporâneas. São ofertadas 30 vagas gratuitas. Inscrições até 22 de setembro, no site do Centro Dragão do Mar.

Texto de Divulgação:

O  O Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC Dragão), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará que integra o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar, firmou parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), por meio do Instituto de Cultura e Arte (ICA), e realizará, entre os meses de outubro e dezembro, o curso “DE-CURADORIA”.

Ministrada por Naine Terena, Dodi Leal, Daniel Lima, Amanda Carneiro e Clarissa Diniz, em cinco módulos, entre os meses de outubro e dezembro, e contando ainda com a participação de artistas convidados, a formação em plataforma fechada para inscritos propõe a discussão de propostas para a decolonização de projetos curatoriais no circuito das artes contemporâneas.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 15 a 22 de setembro de 2021, no site do Dragão do Mar (www.dragaodomar.org.br) ou diretamente AQUI. Serão disponibilizadas 30 vagas, com direito a certificação.

Voltado para pesquisadores e estudantes em Artes, o curso tem coordenação geral da gestora do Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Cecília Bedê, da curadora do Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB), Jacqueline Medeiros, e de Pablo Assumpção, Beatriz Furtado e Yuri Firmeza, docentes da UFC que também assumem a coordenação pedagógica.

A formação será ministrada por módulos temáticos em sala fechada para inscritos confirmados. A seleção dos candidatos levará ainda em consideração os critérios de raça, classe, gênero e sexualidade e os interesses da pessoa inscrita, a fim de compor uma turma plural em uma multiplicidade de corpos e perspectivas vitais.

O termo ‘DE-CURADORIA’ expressa, no contexto do curso, o sentido da ação de decolonizar métodos e proposições de exposições de arte contemporânea. Marca o debate teórico decolonial e problematiza projetos realizados dentro das questões conceituais e curatoriais das artes, tomando para si algumas experiências e acontecimentos”, afirma Bedê.

Cada um dos módulos totalizará 10 horas-aula, com encontros virtuais no período noturno, durante duas horas por dia, de segunda a sexta. As aulas serão ministradas em semanas específicas ao longo dos próximos três meses.

Serão abordadas questões sobre curadorias, projetos/pesquisas e suas relações com as práticas e percursos artísticos apresentados, bem como pensado o diálogo entre curadores, pesquisadores e artistas.

Texto: Dragão do Mar

Juliana Rangel

Read Previous

MASP convida para “Um certo canto brasileiro” dança online e gratuita

Read Next

Museu do Café convida para apresentação de dança Flamenca

Deixe uma resposta