Conheça a Artista Visual e Ilustradora Taís Bueno

Neta de cearenses, nascida em São Paulo, vegetariana, feminista, taurina com ascendente em aquário, em constante movimento pela melhoria pessoal.
2014 – 2011 – Formada em Licenciatura plena em Artes Visuais pela FPA – Faculdade
Paulista de Artes.

Papel jornal 30×20 e giz pastel 2012

Atuação no campo das artes visuais, projetos educacionais e preparação e elaboração de conteúdos didáticos.

Como era doce – papel para aquarela 30×20 e tinta acrilica 2017

Experiência em audiovisual roteirização ,rotina (set) de filmagens de curtas metragens e produção, com participação como roteirista e produção no Festival internacional de curtas metragens de São Paulo. Atuando em espaços culturais como o Memorial da América Latina, Museu de Imagem e som e mais recentemente como arte educadora na Pinacoteca do Estado de São Paulo, atuo como artista plástica em diversos suportes.

Olhar canson e tinta aquarela 2017

Minha pesquisa poética está em torno de três eixos principais: Auto pertencimento,
ancestralidade e sagrado feminino. Movida por ações e estudos que promovam
autotransformação, relações ancestrais e afetividades, relações simbióticas com a
natureza e lugares de pertencimento e transitoriedade.

Ancestralidade giz pastel e stencil sobre canson 20x 15 são paulo 2019

A forma como estabeleço e compreendo essas relações é interseccional. Busco
maior compreensão pela ancestralidade nordestina; estabelecendo a relação entre o
corpo feminino nordestino \indígena \negro que é renegado por não estar no padrão
estético imposto.

Manga canson 20 x 15 e tinta acrilica 2018

O patriarcado contribui para a desconexão e distanciamento do seu próprio corpo,
raízes, e sabedoria em conexão com a natureza, o que determina como o corpo
feminino repleto de bagagens socioculturais\espirituais se relaciona territorialmente
e imaterialmente no mundo.

Corpo inundado de afeto canson 30 x15 tinta acrilica e colagem 2019




A procura do território material e imagético de pertencimento busco compreender o
real sentido de pertencer, transitar, criando raízes e relações de afeto.

De peito Aberto tinta acrilica sobre tela 40×50 São Paulo 2019

Como nem todos encontram uma oportunidade para divulgar seus trabalhos, o Click Museus decidiu abrir um espaço para os artistas do Brasil, aqui no site e nas nossas redes sociais. Ficou interessado? Divulga a sua: https://clickmuseus.com.br/voce-produz-arte-entao-mande-a-sua-para-nos-vamos-divulga-la-gratuitamente/


Juliana Rangel

Read Previous

Textos de Mario Chagas disponiveis para download

Read Next

MIS-Museu da Imagem e Som São Paulo/contrata 04 vagas – Orientador(a) de Público | John Lennon em Nova York por Bob Gruen.

One Comment

  • Delicadeza e força entrelaçadas! Trabalho maravilhoso!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: