2º Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba (grátis)

FICSU EXIBE 21 TÍTULOS DE 11 PAÍSES E PRESTA HOMENAGEM AO CINEASTA E FOTÓGRAFO KLAUS MITTELDORF** de 16 a 19 de junho, com entrada gratuita

A segunda edição do FICSU – Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba, acontece de 16 a 19 de junho, durante o feriado de Corpus Christi, na Praia Vermelha do Norte, em frente ao Hou Beach Club, na cidade de Ubatuba (SP). Com um total de 21 títulos inéditos no circuito comercial e uma homenagem ao fotógrafo e cineasta Klaus Mitteldorf, o evento recebe o público de forma presencial e com entrada gratuita.

O FICSU se tornou muito mais que um festival de cinema. “A sustentabilidade é outro tema de vital importância e um dos principais pilares do festival”, observa o diretor Victor Fisch. Além das diversas atividades paralelas como oficinas de surf, cinema, fotografia, yoga, test ride de pranchas, atividades para crianças, entre outros, o festival promove importantes debates com temas socioambientais. Ações junto ao meio ambiente também estão programadas. Entre elas, o Retorno ao mar de Tartarugas, em parceria com o Projeto Tamar, e um mutirão de limpeza de praia coordenado pela Sea Shepherd, que irá garantir que a praia ficará ainda mais limpa do que antes do início do FICSU. Todos os resíduos (sólidos e orgânicos) do festival terão destinação ambiental correta.

Destaque também para a presença feminina no festival e na programação. A surfista Erica Prado, que iniciou o movimento “Surfistas Negras”, será a apresentadora do festival e também fará parte do  júri, onde junto com a curadoria, são compostos em sua maioria por mulheres. A programação traz ainda rodas de conversas e debates sobre o tema, e conta com a presença de convidadas, como a diretora Anna Verônica, do filme  “By Woman”, e a roteirista canadense Lalita Krishna, do filme  “Bangla Surf Girls”.

Cerimônia de  Abertura acontece no dia 16/06, quinta-feira, às 18h30, com a exibição do curta “Fé Salgada”, dirigido por Victoria Zolli e Bia Pinho, cineastas estreantes de Ubatuba, seguido pelo aguardado documentário “Waterman”, de Isaac Halasima, sobre a jornada e o legado de Duke Paoa Kahanamoku, considerado o maior ícone do surf mundial. Após a sessão, o festival presta uma homenagem ao cantor João Terra, músico e compositor, ícone para a cidade de Ubatuba, com mais de 40 anos de carreira, que faleceu em 2021. O Tributo a João Terra contará com a presença de seus filhos, de sua banda e convidados especiais que farão um show com suas músicas, cheias de reggae.

A curadoria, formada por Victor Fisch, Cristina Proschaska e Bruna Arcangelo, selecionou um total de 19 filmes, de 11 países como Austrália, França, Peru, Líbano, México, República da Libéria, entre outros, sendo 6 filmes brasileiros e 2 realizados em Ubatuba, para fazerem parte da mostra competitiva, que serão exibidas em 5 sessões de cinema pé na areia.

Clique Aqui para acessar programação completa

Serviço:

2º FICSU – Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba

De 16 a 19 de junho de 2022 

Onde: Praia Vermelha do Norte, em Ubatuba (SP)

Entrada Gratuita

Mais informações acesse ficsu.com.br

Fonte, foto e Texto: FICSU 

Read Previous

MAC USP convida: conferência “Fertilizando um futuro vazio?” (grátis)

Read Next

Itaú Cultural oferta curso online: Arquitetura Inclusiva e espaços culturais (grátis)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.