ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Outro olhar sobre o termo “Flyology”

“Flyology” é o título de um livro escrito e ilustrado por Ada Lovelace , com figuras irreais (até presente momento) de objetos que podem voar.

Mas neste post o intuito não é apresentar “a ciência de voos”, é na verdade para apresentar o quanto esse neologismo é profundo.

Ada foi filha de um poeta e de uma matemática, pendeu para os dois lados, mas sendo criada pela mãe suas habilidades em exatas foram mais bem aperfeiçoadas.

O que levou Lovelace a um pioneirismo histórico?

imagem Amazon

Em primeiro lugar, na adolescência Ada, começou a trabalhar com o Matemático Charles Babbage.

Ela acabou percebendo que a máquina que ele criou poderia funcionar executando diversas funções.

Além disso, ela melhorou o projeto com a primeira Linguagem de Programação da História, algoritmo com possibilidade de programar e reprogramar inúmeras vezes.

Quais são ações fundamentais da programação, partindo deste grande feito, poderei dizer sobre a ambiguidade do termo.

Mas muitas vezes esquecemos disso; nada é 100% o tempo todo.

mas não significa que será nulo o tempo todo “Flyology” nos remete essa ideia:

Que faremos muito, e muitas vezes teremos pouco, mas continuaremos fazendo muito e que voo sempre pode ser mais alto.

para conferir mais títulos de livros como “Flyology”(que, ao traduzir, se chama Vôologia) se liga nessa dica 😉

Qual a diferença entre EXPOGRAFIA e MUSEOGRAFIA? acesse aqui

Giovanna Ferreira Jose

Read Previous

Museu de Arte do Rio oferta curso gratuito de espanhol

Read Next

Pinacoteca disponibiliza gratuitamente podcast sobre arte

Deixe uma resposta