ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Vida e Obra do Artista Visual Jaider Esbell

Você já ouviu falar da história de Jaider Esbell? Se não, confira aqui com nós do Click Museus um apanhado sobre a trajetória deste incrível artista de etnia Makuxi.

Então veja como grandes nomes da arte que vêm de origem indígena estão se destacando no presente.

Vamos conferir?

Vida e Obra do Artista Visual Jaider Esbell

Primeiramente é necessário dizer que Jaider Esbell é um artista, escritor e produtor cultural da etnia Makuxi. Ele nasceu na cidade de Normandia RR, e viveu até sua fase adulta em uma área indígena conhecida como Terra Indígena Raposa, situada na Serra do Sol.

Se tornou artista através das habilidades que descobriu possuir na infância, e para alcançar seus sonhos percorreu caminhos que julgou serem os melhores.

Ao concluir o ensino médio, deixou a casa de seus país e foi morar na capital Boa Vista, entrando em contato com as aldeias, vilas e cidades de indígenas da região.

Trabalhou em um cargo público por um tempo enquanto estudava por conta própria na parte da noite na biblioteca pública. Acabou sendo aprovado em um concurso federal e saiu do estado onde nasceu.

Sendo assim, ele se graduou em Geografia em 2007 e após ganhar em 2010 uma contemplação da Bolsa Funarte de Criação Literária. Lançou seu primeiro livro em 2012 o seu primeiro livro com a ajuda deste financiamento.

A obra se chama Terreiro de Makunaima – Mitos, lendas e estórias em vivências.

Sua carreira se estendeu em 2013 para o ramo da pintura, onde conseguiu participar de várias exposições coletivas, até mesmo na Europa.

Foi então convidado pelo Pitzer College para dar aulas como convidado e também articulou o evento chamado de Encontro de Todos os Povos.

Sendo assim, participou também da Exposição Coletiva e Latinoameríndia MIRA – Artes Visuais Contemporâneas dos Povos Indígenas, UFMG 2013.

Hoje o artista se mantém ativo exclusivamente em direção à sua produção artística e projetos de cunho humanitário.

E então, já tinha alguma noção do grande currículo de Jaider Esbell? Deixe aqui nos comentários as suas impressões.

Até a próxima!

Foto de Capa: Educa Roraima

Click Museus

Read Previous

Luiz Gama: O abolicionista negro que fez história

Read Next

MASP convida para “Um certo canto brasileiro” dança online e gratuita

2 Comments

  • Texto interessante!

  • Gostei muito de conhecer artistas indígenas talentosos… Importante a iniciativa de tornar público , dando maior visibilidade a arte indígena e ao alcance a população. Parabéns!!!!

Deixe uma resposta