ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Exposição Curricular Arte (A) Caminho

Nesta sexta-feira, 03 de setembro de 2021, será realizada a cerimônia de abertura da exposição curricular “Arte (A) Caminho” concebida pelos alunos do curso de Museologia da Universidade Federal de Minas Gerais. O evento terá início às 9hrs e será transmitido ao vivo no Youtube pelo canal da Escola de Ciência da Informação da UFMG ( www.youtube.com/ECIUFMGBR). Logo após a abertura acontecerá com a presença do professor espanhol Juan Carlos Rico e mediação do vice-coordenador do colegiado do curso de Museologia da UFMG, Felipe Hoffman, o Webinário “Exposições como processo de investigação” como parte da programação da exposição. Outros eventos podem ser acompanhados pelo perfil do Instagram do Arte (A) Caminho. (https://www.instagram.com/arteacaminho/ ).   

A Exposição Curricular Arte (a) Caminho, proposta pela turma do 6° período do Curso de Museologia sob orientação da professora Verona Segantini, parte de um recorte do  Acervo Artístico da Universidade Federal de Minas Gerais conferindo visibilidade  a um conjunto de 26 obras espalhadas pelo Campus Pampulha. Com o objetivo de promover pesquisa, documentação e a comunicação das mesmas, a exposição foi concebida ao longo de três semestres no âmbito das disciplinas Museografia e Exposição Museográfica. 

As obras variam de monumentos a bens integrados instalados nas fachadas ou nos interiores das unidades da UFMG, concebidas, em sua maioria, por artistas mineiros e personalidades que tiveram suas trajetórias vinculadas à Universidade. São eles: Fabrício José Fernandino, Yara Tupynambá, Juvenil, Leandro Gabriel, Wilde Lacerda, Jarbas Juarez Antunes, José Amâncio de Carvalho, Sylvio Vasconcellos, Rachel Roscoe, Gianfranco Cavedoni Cerri, Silas Raposo e Aristocher Benjamim Meschessi. 

Arte (a) Caminho tem como objetivo promover reflexões e gerar maior visibilidade às obras integradas ao  Campus Pampulha da UFMG. As  obras escolhidas para formar o percurso narrativo  da nossa exposição foram divididas em cinco territórios caracterizados  pela proximidade geográfica: Escola de  Belas Artes (EBA), Reitoria, Escola de Veterinária, Faculdade de Educação (FAE) e o último deles, uma amálgama entre as obras da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FAFICH), Faculdade de Letras (FALE) e Faculdade de Engenharia. 

As obras fazem parte de uma ambiência que conjuga natureza e arquitetura  e devem ser vistas, sentidas e entendidas dessa forma. Cada obra, cada prédio, cada ambiente é uma manifestação de cultura material.  Todas tem uma história e juntas definem uma experiência imersiva, mimética e identitária para o Campus Pampulha. Tal paisagem foi construída ao longo da trajetória do campus, com a inclusão, pouco a pouco, dessas obras que marcam as memórias da comunidade acadêmica que passou e passa pela Universidade. Em “Arte (a) caminho” cada obra faz parte de um contorno maior. Você vê ou sente as obras que te cercam? 

A exposição será inteiramente virtual e conta com sons e imagens relacionadas à ambiência do Campus Pampulha da UFMG, permitindo, mesmo que à distância, a sensação de reconhecimento e pertencimento dos visitantes.  Além do site, a exposição conta com diversas plataformas nas mídias sociais como Instagram, Facebook e Youtube, para divulgação e interação com o público, além da promoção de atividades educativas e oficinas. 

No dia 08 de setembro teremos um webinar para debatermos o tema “Desafio para a extroversão e conservação de obras a céu aberto”  com a participação de representantes do Acervo Artístico da UFMG, Inhotim, Museu de Congonhas e Fundação Serralves. 

Siga Arte (a) Caminho nas redes sociais!

Instagram:  https://www.instagram.com/arteacaminho/

Facebook: https://www.facebook.com/Exposi%C3%A7%C3%A3o-Curricular-Arte-a-Caminho-107343318336092 

Youtube: https://www.youtube.com/user/eciufmgbr/ 

Cartaz de divulgação da Exposição Curricular Arte (A) Caminho

Quer conhecer outras exposições virtuais? Confira nosso site!

Sammya Dias

Read Previous

Museu Paulista e Instituto Hercule Florence convidam para exposição virtual

Read Next

Visite a exposição de Yeddo Titze no MARGS

Deixe uma resposta