ArabicBengaliChinese (Simplified)EnglishFrenchHindiPortugueseRussianSpanishUrdu

Museu da Imigração convida para curso gratuito “Oficina de Cerâmica”

Oficina de cerâmica | Dia das Crianças

Para celebrar o Dia das Crianças, o Museu da Imigração promoverá oficinas de pássaros de cerâmica como parte do projeto Avoar.

A ação será ministrado pelos ceramistas Hideko Honma e voluntário e tem como foco crianças e adultos.

As oficinas serão realizadas em local aberto, respeitando as regras a distância, e distribuídas em 4 grupos de trabalho.

Cada turma atende 10 participantes, orientados por um professor responsável e um professor assistente.

Inscrições no LINK

Oficina Avoar – Cerâmica

A cerâmica é uma linguagem expressiva, composta pelos quatro elementos primitivos da natureza: terra, água, ar e fogo.

Desde a descoberta do fogo, sua história tem sido acompanhada pela história da civilização.

Os ceramistas experimentam e pesquisam cientificamente esses elementos primitivos e, então, transformam a argila em formas práticas essenciais para sua sobrevivência.

Portanto, tem sido assim desde o seu início. A cerâmica encontrada no sítio arqueológico preserva a memória e conta a história cultural de uma nação e de sua época.

Durante a exposição da instalação colaborativa Avoar no jardim do Museu da Imigração, este local recebeu milhares de imigrantes de todo o mundo. Recomenda-se uma pausa no nosso quotidiano para refletir sobre os pássaros

A migração natural de ceramistas, inspirada na criação de pássaros por oleiros do Brasil e da América Latina, constitui a instalação avoar.

leia mais no LINK

Conheça o Museu da Imigração

O Museu da Imigração do Estado de São Paulo preserva a história das pessoas que chegaram ao Brasil por meio da Hospedaria de Imigrantes do Brás, bem como as relações estabelecidas ao longo dos anos com a cidade e diversas comunidades representativas do estado.

É no entrelaçamento dessas memórias que surge uma oportunidade única de compreender e refletir sobre o processo migratório.

Ao enfatizar o encontro de múltiplas histórias e origens, aconselhamos o público a entrar em contato com as memórias de pessoas de países distantes, suas condições de viagem, sua adaptação a novas obras e sua contribuição para a formação do que hoje chamamos de São Paulo.

No entanto, a história da migração humana não deve ser vista como uma questão inteiramente relacionada ao passado; o deslocamento recente precisa ser abordado.

Foto de Capa: Museu da Imigração

Juliana Rangel

Read Previous

03 Cursos gratuitos e online sobre Cinema

Read Next

Memorial da Resistência- Vaga Educador I

Deixe uma resposta