Conselho Internacional de Museus pede ajuda a líderes políticos.

Com a pandemia de coronavírus, a indústria cultural está em risco. Museus fechados, shows agora só acontecem através de lives, o mercado de arte está parado… Com tudo isso, a indústria cultural está sendo devastada

O ICOM (Conselho Internacional de Museus) publicou uma nota, pedindo ajuda a líderes mundiais e representantes políticos:

“Sendo claramente conscientes de que a prioridade é garantir a vida e a segurança econômica das populações afetadas, expressamos nossa preocupação a respeito do futuro dos museus e do patrimônio cultural de valor inestimável que abrigam(…) O Icom, representando a comunidade internacional dos museus, faz um chamamento aos representantes e líderes políticos para que designam com urgência fundos de ajuda para resgatar os museus e os seus profissionais. Isto é vital para sua sobrevivência e a continuação de sua missão na melhora e avanço da sociedade para as gerações futuras.”

Segundo o ICOM, na Itália, a previsão é de que o setor cultural perca 3 bilhões de euros (cerca de R$ 17 bilhões de reais) no segundo semestre. Na Espanha, a previsão é de 980 milhões de euros (R$ 5,6 bilhões de reais) só em abril. A previsão é que um terço dos museus dos Estados Unidos não devem reabrir, conforme estima a Aliança Americana de Museus.

Sammya Dias

Read Previous

Coleção Primeiros passos agora está disponível online!

Read Next

A história da cerâmica azul Holandesa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: